Adolescente de casaco brando em primeiro plano. Fundo de uma paisagem de campo desfocada

A adolescência começa com quantos anos? E quando termina?

A adolescência é uma fase bastante complexa, tanto para os pais quanto para os próprios jovens. Afinal, corpo e mente passam por diversas mudanças nessa transição da infância para a vida adulta.

Mas, a adolescência começa com quantos anos?

A verdade é que depende de quem responde essa pergunta. Isso porque a adolescência é entendida como uma construção social – ou seja, é determinada pela cultura também, e não só pelas mudanças no corpo. 

Por isso, a idade da adolescência não está escrita em pedra. Mas, em geral, a adolescência começa aos 10 anos e termina aos 20 anos de idade.

Mas há quem diga que a adolescência pode ir além, e que é cedo chamar alguém que tenha 24 anos de adulto, por exemplo. Esse conceito tem o nome de “adolescência tardia” e você vai entende-lo melhor neste post.

Na sua visão, a adolescência começa com quantos anos? E com quantos anos ela termina? Pense na resposta, leia este post até o final e veja se o que aprendeu mudou sua opinião.

O que é a adolescência?

A adolescência é um período de passagem da infância para a vida adulta, onde corpo e mente passam por muitas transformações.

Ela é muito marcada pela puberdade, que é aquela fase de mudar a voz, de ver os pêlos crescendo, ou de menstruar pela primeira vez. Mas é importante não confundir os dois.

Isso porque ser adolescente é mais do que isso: é se autoconhecer, buscar a própria autonomia e identidade. E, passado tudo isso, sair preparado para assumir o papel social de adulto. 

Segundo algumas fontes oficiais, a adolescência é assim:

  • Para a Organização Mundial de Saúde (OMS), é dos 10 aos 19 anos de idade
  • Para o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), é dos 12 aos 18 anos de idade.
  • Para a Organização das Nações Unidas (ONU), é dos 10 aos 19 anos de idade. 

Neste texto, vamos descrever principalmente as questões relativas às idades da adolescência, já que a puberdade rende muito material. Aliás, acompanhe aqui o nosso blog do Tomo dos Pais e nas redes sociais porque logo teremos um texto só sobre as mudanças biológicas do corpo!

Retrato de adolescentes sorrindo para foto posada

A invenção recente da adolescência

A puberdade existe há muito tempo, mas a fase da adolescência se tornou socialmente importante apenas há menos de 100 anos.

Durante muito tempo, se você não era criança, já era considerado adulto pela sociedade. Por exemplo, se você já assistiu ao filme 300, deve se lembrar daquela cena do Leônidas adolescente caçando um lobo.

Esse era o rito de passagem espartano de criança para adulto. Outros ritos aconteciam em outras civilizações também, como no império romano. Se fosse hoje em dia, ele seria considerado um adolescente. Mas lá, entrou na floresta como criança e saiu como adulto.

Enfim, o termo “adolescente” só pegou mesmo no período pós Segunda Guerra Mundial, em meio a todas as mudanças culturais que aconteceram no ocidente.

A partir daí, adolescência passou a ser o período de mudanças biológicas e sociais, como a independência e autonomia em relação aos pais.

Em geral, a adolescência é entendida nas faixas etárias de dez a vinte anos de idade, mas existem variações nas definições oficiais.

A faixa etária da adolescência para a OMS

Para a Organização Mundial de Saúde, a adolescência é dividida em dois momentos:

  • pré-adolescência, dos 10 aos 14 anos.
  • adolescência, dos 15 aos 19 anos.

A faixa etária da adolescência para a Unicef

Segundo o Fundo das Nações Unidas para a Infância, a adolescência também pode ser entendida em duas etapas:

  • fase inicial, 10 a 14 anos.
  • fase final, 14 a 19 anos.

A faixa etária da adolescência para o Ministério da Saúde

No Brasil, existem duas definições oficiais sobre o que é a adolescência, cada uma com sua respectiva faixa etária.

Segundo o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), a adolescência vai dos 12 aos 18 anos.

O Estatuto da Juventude, de 2013, define pessoas com 15 a 29 anos como “jovens”. Ou seja, dos 15 aos 18 anos você pode ser adolescente e jovem ao mesmo tempo.

Não que isso mude algo de forma prática no cotidiano, é só uma curiosidade rápida sobre a lei brasileira, que só interfere em questões legais muito específicas.

Adolescentes sentados em uma praça de skate

A adolescência começa com quantos anos?

Como já explicamos, a adolescência é algo mais cultural do que biológico, embora existam inegáveis mudanças nos corpos dos jovens.

Assim, não dá pra dizer na lata com quantos anos a adolescência começa. Não há uma regra absoluta

Afinal, crescer não é como jogar Super Mario, em que você chega ao final de um nível, pula em uma bandeira e acessa a próxima fase. É mais como evoluir em um RPG, em que você adquire experiência e a partir daí se torna mais preparado para enfrentar o mundo à sua volta. 

Easter egg fazendo referência ao jogo Zelda

Ou seja: existem faixas etárias, mas não números absolutos. Até porque ninguém tem a adolescência igual ao outro, o que torna difícil definir com exatidão com quantos anos começa a adolescência.

Por exemplo, aqui no Brasil a gente considera alguém adulto quando ele completa 18 anos.

Nessa idade, ele já pode beber cerveja, começar a trabalhar e tirar a carteira de motorista. Por outro lado, com 16 anos a lei entende que ele já tem maturidade o suficiente para votar.

Agora, em outros países, como nos Estados Unidos, o jovem pode ser considerado apto a dirigir com 16 anos, mas a comprar bebida alcoólica só com 21.

Para os pais, é importante entender três momentos principais do processo de se tornar adulto:

  1. Pré-adolescência, quando o corpo começa a mudar.
  2. Adolescência média, quando começa o interesse em se autoconhecer.
  3. Adolescência tardia, a fase final da preparação para ser adulto.

A adolescência tardia é a mais “especial”, porque é uma etapa na qual teoricamente já somos adultos, mas ainda não estamos totalmente preparados para os desafios dessa nova fase.

É o equivalente a ser um “jovem adulto”, segundo a definição da lei brasileira que apresentamos anteriormente. Aliás, preparamos uma seção específica só para te explicar porque essa fase é tão única e com quantos anos começa a adolescência tardia.

Agora, vamos conhecer em mais detalhes cada um desses momentos, para saber com quantos anos começa a adolescência, de fato.

Pré-adolescentes cochichando

A pré-adolescência começa com quantos anos?

A pré-adolescência corresponde à faixa dos 10 a 13 anos de idade.

Este pode ser um período turbulento para pais e filhos, já que o corpo começa a mudar, causando curiosidade ou mesmo insegurança. É aqui que seu filho começa a deixar os brinquedos de lado, começa a se preocupar mais com a própria aparência, entre outras mudanças.

Entre as principais características da pré-adolescência, estão:

  • Início da puberdade.
  • Crescimento do corpo.
  • Interesse pelo “social”, pela sensação de fazer parte de um grupo.
  • Necessidade crescente de privacidade.

A adolescência média começa com quantos anos?

A chamada “adolescência média” vai dos 14 aos 18 anos.

É aqui que seu filho começa a amadurecer de fato e a se preparar para a vida adulta. É o momento de buscar uma identidade “só sua” e de começar a se sentir independente e livre.

É aqui que ele aparece com o primeiro namoradinho ou namoradinha, se identifica com alguma “tribo urbana”, como os otakus ou os kpoppers, forma uma banda punk com os amigos para tocar na garagem…

O que esperar dessa fase da adolescência:

  • As mudanças da puberdade continuam acontecendo.
  • Começa o interesse por relações sexuais e românticas.
  • Surgem as preocupações com seu “status social”.
  • Buscam maior independência da família.

Adolescentes tardios ou jovens adultos?

A partir da faixa dos 18-20 anos, começa a ficar difícil saber com quantos anos começa a adolescência.

Afinal, com 18 anos, já somos considerados adultos, certo? Já podemos começar a trabalhar e em muitos casos temos a missão de escolher um curso na faculdade, uma decisão que vai impactar toda a nossa vida.

Mas, para muitos especialistas, nessa época nós ainda somos adolescentes. Essa época é a adolescência tardia. Nossos corpos já estão formados ou quase lá, passamos pela puberdade, mas ainda estamos engatinhando na vida adulta. 

Entre as características da adolescência tardia, estão:

  • Busca por aceitação.
  • Desejo de encontrar uma identidade própria e individual.
  • Busca por viver a vida intensamente.
  • Começam a ordenar e definir prioridades.
  • Buscam independência completa dos pais. 

Até agora não existe consenso sobre com quantos anos começa a adolescência tardia. Segundo a OMS, somos jovens adultos dos 18 aos 25 anos.

Mas há psicólogos que defendem que esta fase vai dos 16 aos 19 anos.

E há quem nem se arrisque a determinar quando ela termina…

Para a ciência, adolescência vai até os 24 anos

Na visão de um grupo de cientistas australianos, a adolescência deveria terminar oficialmente por volta dos 24 anos

Algumas pesquisas descobriram que os adolescentes de hoje fazem atividades consideradas “menos adultas” do que os adolescentes da década de 1990. Por exemplo, tirar a carteira de motorista, começar um trabalho depois da escola, ou ter uma vida amorosa ativa; todas essas são práticas que acontecem muito mais tarde hoje em dia. 

Os jovens também estão fazendo menos sexo e saindo menos de casa, em geral (isso tudo antes da pandemia, hein!). Eles também estão ficando mais tempo morando com os pais, ao contrário da geração anterior. 

Entre os motivos para isso estão a popularidade dos smartphones, que limitam a necessidade de contato físico, e a economia e a inflação, que faz ser mais difícil ser financeiramente independente. 

Por isso, os cientistas afirmam que os seres humanos estão “amadurecendo” para a vida adulta mais tarde.

E como você era aos 24? Já se considerava adulto ou ainda era dependente dos pais? Deixe um comentário com o seu depoimento! Eu deixarei o meu lá 😁

Casal de adolescentes usando o celular em um lago

Por que a adolescência é uma fase complicada?

Os filmes, séries de TV, jogos de video game, livros… todos constroem um imaginário sobre a adolescência serem anos difíceis, de rebeldia, de brigas com os pais, de comportamentos perigosos…

Esse não é um período necessariamente difícil, mas é complexo e requer muito suporte da família para que seja superado com harmonia. 

Segundo o livro A criação da Juventude, o que torna a adolescência tão complexa são um conjunto de fatores:

  1. A perda da proteção dos pais e a necessidade de desenvolver autonomia.
  2. Os pais deixam de ser protetores para se tornarem figuras de autoridade.
  3. O adolescente se torna um “ser social”.
  4. O corpo se transforma e o metabolismo muda.

Mas, a adolescência é mais do que essa etapa de transição para a vida adulta. É um momento de experimentar, de aprender, de participar e de se sentir parte integrante. Mais do que um “treino” para ser adulto, é a etapa de dar os primeiros passos para saber quem você é.

Se você é pai de um adolescente, não há segredo para lidar com esse período sem conflitos. Mas, para que sua jornada juntos pela adolescência seja a melhor possível, é necessário conhecer seus filhos.

Somente assim você poderá instruir sem sufocá-los. Ofereça seu apoio e seja presente, mas dê tempo para que eles passem pelo processo de descoberta, e auxilie, quando possível, sem tomar a liberdade e protagonismo deles. 

O Tomo dos Pais pode lhe ajudar a conectar-se com seus filhos neste período tão complexo. Com nosso sistema de recomendações personalizadas, você recebe conteúdos que irão lhe preparar para lidar com os desafios da adolescência dos filhos, assim como uma série de materiais que podem ajudá-lo a descobrir quais são seus interesses, e dicas de como criar um bonding maior nessa fase.

Tudo 100% personalizado para atender às necessidades da sua família! Veja como você pode tornar a vida do seu filho épica!