bebê bocejando no berço usando gorrinho, com cobertor e ursinho de pelúcia ao lado

Tabela chinesa para descobrir o sexo do bebê: como funciona? É confiável?

A tabela chinesa de gravidez (ou tabela de gênero) é um método milenar para descobrir o sexo de um bebê. Dá para fazer em casa e de graça! 

Ela se baseia na tradição chinesa do calendário lunar para prever o sexo biológico de um bebê. Basta saber a idade lunar da mãe, mês da gravidez, e olhar a tabela.

Bem diferente, né? Mas, será que funciona mesmo? 🤔 Descubra neste texto!

Veja como funciona a tabela, aprenda a calcular sua idade lunar em minutos, e entenda porque essa tradição ficou tão popular entre papais e mamães de todo o mundo. 

O que é a tabela chinesa?

A tabela serve para determinar o sexo de um bebê que ainda não nasceu. Ela é usada na China há gerações. Com o passar dos anos, ficou famosa em outros países também, inclusive no Brasil. 

Algumas pessoas dizem que ela foi encontrada na China há mais de 700 anos. Outras histórias contam que ela foi encontrada em uma cidade histórica do país, e que se baseia em antigos livros escritos por imperadores. 

Mas, na verdade, ninguém sabe ao certo como essa tabela surgiu. 👀

Desde o início, a tabela é esta abaixo, e não muda nunca.

Ela funciona assim:

  • As linhas são a idade lunar da mãe.
  • As colunas são o mês lunar em que a concepção aconteceu.
tabela chinesa de gravidez

Como funciona a tabela chinesa? 

A base da tabela é o calendário lunar. Ele é um sistema de contagem de anos bem tradicional na cultura chinesa. 

Inclusive, é  por causa dele que o ano novo chinês nunca tem data fixa e é comemorado entre janeiro e fevereiro todos os anos.

ano novo chines

Para usar a tabela chinesa de gravidez, você precisa saber qual é o seu ano lunar. O cálculo para descobrir é bem simples:

  1. Pegue a data de nascimento da mãe (no nosso calendário mesmo).
  2. Descubra quando foi o Ano Novo Chinês daquele ano. Use um calendário chinês para isso.
  3. Se a mãe nasceu ANTES do ano novo chinês, adicione um ano. Se ela nasceu DEPOIS do Ano Novo Chinês, a idade lunar e ocidental são a mesma.

Por exemplo, vamos supor que a mãe nasceu em 20 de janeiro de 1990:

  • O Ano Novo Chinês deste ano foi em 27 de janeiro. 
  • Como a mãe nasceu ANTES do Ano Novo, ela tem um ano a mais.
  • A idade ocidental da mãe em 2023 é 33 anos, portanto sua idade lunar é 34.

O outro dado que você precisa para usar a tabela é o mês lunar de concepção do bebê. O mês lunar se baseia nas fases da lua, então é parecido com o calendário normal, mas não é exatamente igual.

O mês lunar começa e termina na lua nova. Por isso, consulte o calendário lunar para descobrir em qual mês lunar você estava quando engravidou.

Com essas duas informações em mãos, é só olhar a tabela para descobrir o sexo do bebê. Seguindo o exemplo acima, se a gravidez foi em janeiro, será menino. Se for em fevereiro, será menina. E assim por diante!

Como ter um filho homem na tabela chinesa?

Sabendo o ano lunar da mãe e o mês lunar de concepção, é só olhar para as caixinhas que estão na tabela para saber quando devem tentar engravidar. Para meninos, procure as caixinhas de cor azul.

Uma das histórias mais famosas sobre a origem da tabela chinesa conta que ela era usada para planejar os filhos dos imperadores. Segundo a lenda, a família real da dinastia Qing usava esse calendário para planejar a sucessão do poder. 

Dependendo de alianças políticas ou necessidade de novos herdeiros, eles “escolhiam” ter filhos meninos ou meninas.

A tabela chinesa é confiável?

Não existe comprovação científica sobre a precisão da tabela chinesa. Ela é uma tradição cultural e uma brincadeira divertida para os pais, mas não passa disso. 

Ela não é confiável para prever o sexo do bebê. Ou seja, não pinte o quarto do bebê com base no calendário lunar! 🤣

Alguns estudos afirmam que a efetividade da tabela é de cerca de 50%. É o equivalente a tentar adivinhar o sexo do bebê jogando cara ou coroa.

Use a tabela como brincadeira, mas procure outras fontes de informação também. Normalmente os métodos que se baseiam em crenças não são confiáveis.

Olhar para o formato da barriga, usar calendários de outras culturas, ou outros tipos de simpatias são divertidas, mas não podem ser as suas únicas fontes de informação. 

Quais as formas confiáveis de descobrir o sexo do bebê?

Os principais métodos comprovados pela ciência são:

  1. Sexagem fetal: é um exame de sangue feito a partir de 8 semanas de gravidez. Ele se baseia nas trocas de sangue entre a mãe e o feto.
  2. Ultrassom gestacional: é um exame de imagem que analisa a formação do bebê no útero e permite identificar o sexo. É feito a partir do segundo trimestre de gravidez.
  3. Tubérculo genital fetal: é um ultrassom morfológico que analisa uma estrutura que antecede o genital feminio ou masculino.

Esses métodos são seguros, relativamente simples de fazer, e têm de 80% a 99% de chance de acerto. Depois de fazer um desses, aí sim você pode começar a arrumar o quarto ou comprar as roupinhas. 😁

Na dúvida, converse com seu obstetra! Ele te indicará o melhor método e te ajudará a lidar com a ansiedade para saber se é menino ou menina.

bebê sorrindo deitado na cama

A tabela chinesa não é efetiva, mas existem algumas práticas da cultura chinesa que funcionam de verdade. 👀

Uma delas é o método chinês de desfralde. Se você está esperando um menino ou menina, recomendo já deixar o post salvo nos favoritos, porque ele pode te salvar de muita dor de cabeça na hora de tirar o bebê das fraldas.

E antes que eu me esqueça: parabéns pela chegada de um novo integrante à família! 💗

Aqui no blog do Tomo dos Pais, temos muitas dicas para os novos papais e mamães. Deixe nos favoritos e visite depois do nascimento. Tenho certeza que vai gostar do conteúdo! 😉